sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Paradoxos

[mensagem recebida por email, encaminhada por uma grande professora e agora colega de profissão!]



Paradoxo
George Carlin

Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito tarde, acordamos Cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e  raramente estamos com Deus.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos frequentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos a nossa vida
e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos a Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e
encontrar um novo vizinho.
Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar e poluímos a alma; dominamos o Átomo e não nosso preconceito; escrevemos mais e aprendemos menos;
planejamos mais e realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos computadores para armazenar mais informação,
produzir mais cópias do que nunca, mas comunicamos cada vez menos.

Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta;
do homem grande, de caráter pequeno;
lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios,
casas chiques e lares despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis
,
das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas "mágicas".

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa carta a você, que te permite dividir essa reflexão
ou simplesmente clicar  'delete'.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama,
pois elas não estarão aqui para sempre.

Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais,
num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.


Lembre-se de dizer 'eu te amo' a  sua esposa(o),
seus filhos, seus netos, seus vizinhos e as pessoas que ama,
antes que seja tarde e elas se vão...
mas, em primeiro lugar, se ame...
se ame muito.

Um beijo e um abraço curam a dor,
quando vem de lá de dentro.

Por isso, valorize sua família
e as pessoas que estão ao
seu lado, sempre.




2 comentários:

  1. Finalmente eu compreendo que não viemos a este mundo para sermos servidos mas para servir, isso não significa que saberemos tudo,ou que sempre seremos compreendidos, ou que sempre estaremos em evidência.Não é ao olhar humano que prestaremos contas...mas há Deus.
    E nisso tuas poucas palavras estão fazendo que reveja minhas atitudes, às vezes não é necessário mostrar que sabemos tanto, mas tão somente nos colocar e dizer: estou pronto a ajudar você. Foi isso que você fez e está fazendo todo o tempo com todas as suas armas e recursos. E aí no fanal das contas, na disputa de saber quem era o mais inteligente, poderíamos perguntar quem manipulou quem? Todo o tempo acho que você! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Na minha opinião esse blog, é fantástico, sempre passo por aqui, e sou muito edificado, com cada mensagem, cada vídeo, e cheguei a conclusão, que este é um espaço singular. E queria dizer a blogueira, não pare de postar não viu...
    Vou sempre acompanhar esse blog!!!
    Você é especial!!!

    ResponderExcluir