terça-feira, 4 de outubro de 2011

Ironias do destino

Você já ouviu falar, com certeza, que damos a vida para ganhar dinheiro, e gastamos todo ele para cuidar da saúde. Mas já parou para refletir nisso?

Vivemos mergulhados em uma rotina de trabalho, estudo, facebooks, orkuts e twitters, e pouco prestamos atenção nessa qualidade de vida. Enquanto nosso corpo não reclama, lá estamos, fazendo nossas atividades de cada dia, e só quando há algum sintoma despontando que “acordamos”.

Na minha pouca experiência de vida, já despertei (por algum tempo) quando: meu olho direito se irrita e fica bem vermelho, meus cabelos caem em excesso (ainda bem que tenho bastante) ou ficam brancos (os fios do topo da cabeça são os que mais envergonham!), gordura localizada e em excesso, visualização de uma pessoa desleixada, e por aí vai.

Gastamos dinheiro para comermos “bem” (bem = fast food, restaurante), ter boas roupas/calçados, eletroeletrônicos, mas dedicamos pouco tempo para nos alimentar corretamente, praticar exercícios físicos, encontrar os amigos / parentes.

Já devem ter ouvido que a saúde é o bem-estar físico, mental e social, e não simplesmente a ausência de doença (OMS). Daí você para e pensa: eu tenho saúde?

É importante tentarmos alcançá-la, por meio de práticas esportivas, reeducação alimentar e horários de lazer.

Sugestão: unir o fim de semana com exercício físico na companhia de quem você gosta. Se você for sedentário como eu, é um ótimo começo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário