sábado, 25 de julho de 2009

Você já pensou sobre a morte?

Em algum momento, aposto que sim. Vemos isso o dia inteiro: nos noticiários, na conversa com vizinhos, amigos... Conversas passageiras.

Eu pensei um pouco mais nesse assunto depois de um sonho.

Tinha recebido a notícia que eu tinha uma doença degenerativa. Um câncer, por exemplo, ou uma outra doença que faz com que a sua morte esteja mais próxima. Me lembro de ficar desesperada, porque eu ainda sou tão nova e já ter uma notícias dessas... Então comecei a pensar: tinha tanta coisa a fazer, tantos planos a executar (ou tentar) e agora já não posso mais.

Acordei e fiquei pensativa. Sonhos como esse nos "balançam", sem dúvida. Mexem com a nossa onipotência. Nunca pensamos que um dia não vamos mais estar aqui. Vivemos o presente, e se estou viva hoje, viverei eternamente (!). (in)Felizmente não é assim. Senão, imaginem quão chato seria saber que viveria para sempre! Eu ficaria acomodada, podendo não fazer um movimento sequer para mudar, pra melhorar, pra piorar...

Uma outra coisa que fiquei pensando foi: como será que é morrer? Vê-se a luz branca? Vamos a algum lugar (de preferência bem legal! hahaha) ou apenas "desligamos"?

Mistéeeerio! Pena que quando você consegue matar essa curiosidade você acaba assinando conjuntamente um termo de compromisso, tendo que guardar também este segredo. Uns dão uma escapulida através de sessões espíritas, mas aí já é uma outra história!

^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário